Guia de iniciantes para modafinil para estudar

O modafinil está rapidamente se tornando uma das drogas de estudo mais populares do mundo.

Concorre com outras potências conhecidas como Adderall e Concerta.

“Droga do estudo” é um termo vago e geralmente se refere a qualquer droga ou suplemento que aumenta a capacidade de alguém estudar com eficiência.

No entanto, o modafinil não é uma droga de estudo comum – pode oferecer benefícios profundos para os alunos, se usado corretamente.

Veja como usar o modafinil para aproveitar ao máximo seus esforços de estudo.

Usando modafinil para estudar

O modafinil é o rei das drogas do estudo.

Ele funciona através de vários caminhos diferentes no cérebro que culminam juntos para melhorar todo o processo de estudo.

Isso torna nossos cérebros mais despertos e alertas, aumenta a concentração e melhora a velocidade com que nossas fibras nervosas enviam impulsos elétricos.

Isso significa que podemos estudar mais e com mais eficiência enquanto o modafinil está circulando pelo corpo.

Se você está lendo este artigo, é provável que você tenha uma boa compreensão do termo “medicamento em estudo”, no entanto, muitas pessoas não estão familiarizadas com o termo “eugeroico”.

Drogas de Estudo vs. Eugeroics

1. O que são eugeroics?

Um eugeroico é um composto que promove um estado de vigília.

Isto é conseguido através da estimulação direta do cérebro (é assim que funciona o modafinil).

Também pode ser conseguido inibindo os compostos “promotores do cansaço” no cérebro, como a adenosina (é assim que funciona a cafeína).

Ambos os efeitos produzem praticamente o mesmo resultado; isso faz você se sentir como se estivesse acordado, mesmo quando outros processos no corpo estão fazendo com que você se sinta cansado.

A maioria dos eugeroicos também é considerada droga de estudo por sua capacidade de nos fazer sentir alerta e desperto enquanto estudamos.

2. O que são drogas de estudo?

O termo “droga de estudo” é altamente debatido na comunidade de nootrópicos e não há uma definição oficial para compostos nessa categoria.

Algumas pessoas consideram apenas os medicamentos que estimulam ou estimulam especificamente a produção cognitiva para a aprendizagem acadêmica ou a adaptação comportamental como uma droga do estudo.

Isto excluiria a maioria dos nootrópicos nutricionais como a L-tirosina e a fosfatidilcolina.

Modafinil se encaixa na verdadeira definição de um medicamento em estudo

Modafinil exerce um efeito estimulante sobre a mente e interage com neurotransmissores específicos para o processo de aprendizagem (dopamina e norepinefrina).

Como Modafinil pode impulsionar seus esforços de estudo

Modafinil pode oferecer alguns benefícios sérios quando se trata de estudar. No entanto, não é uma droga milagrosa. Ainda existem algumas limitações quando se trata de usar o modafinil.

Entender como usar modafinil efetivamente para estudar pode tornar seus esforços de estudo muito melhores.

Forças Modafinil

Os pontos fortes do Modafinil já foram bem discutidos, aqui está um resumo de seus efeitos:

  • Aumenta a vigília
  • Aumenta a memória
  • Alivia a fadiga
  • Aumenta a dopamina
  • Melhora o foco e a concentração

Os limites do modafinil

O modafinil só pode ir tão longe que atrasa a necessidade de dormir por várias horas, mas não pode substituí-lo. Muito do processo de recuperação acontece quando dormimos. Nosso cérebro usa o tempo de inatividade para organizar o que aprendemos durante o dia e removeu o acúmulo de subprodutos oxidativos e tóxicos.

O modafinil nos faz sentir revigorados, mas a menos que realmente adormecemos, esses processos de recuperação não acontecem como eles precisam.

Para que o modafinil tenha os melhores resultados, é vital que você ainda tenha uma boa noite de sono. Apontar para 7-9 horas de sono a cada noite.

Modafinil também tem alguns efeitos colaterais adversos que são importantes para estar ciente.

Os efeitos colaterais mais comuns de MODAFINIL incluem:
  • Dores de cabeça
  • Insônia
  • Ansiedade
  • Boca seca
  • Desconforto gastrointestinal
  • Baixo apetite

Saiba mais sobre os efeitos colaterais do modafinil e como evitá-los.

Como usar modafinil para estudar eficazmente

Etapa 1: tenha uma boa noite de sono

É importante entender que o modafinil NÃO é UM SUBSTITUTO DO SONO.

Sim, pode retardar o cansaço e nos faz sentir afiados mesmo quando estamos cansados, mas não proporciona o mesmo benefício para o cérebro do que uma boa noite de sono.

Portanto, a melhor maneira de usar o modafinil é depois que você está bem descansado.

Isso garante que seu cérebro esteja em ótimas condições. O modafinil é então usado para melhorar ainda mais esta condição ideal.

Etapa 2: coma café da manhã e coma lanches nutritivos para o dia

Um dos principais efeitos colaterais do modafinil é o apetite suprimido.

No curto prazo, isso não é um problema, no entanto, quando ficamos muito tempo sem receber uma nutrição adequada, nosso desempenho cognitivo vai começar a sofrer.

Na verdade, as deficiências nutricionais são uma das causas mais comuns de coisas como nebulosidade cerebral ou problemas de concentração. Os cientistas estão agora a investigar o papel potencial que as deficiências nutricionais desempenham nas crianças com TDAH ou autismo [1].

É recomendável que você sempre faça uma refeição equilibrada e nutritiva logo de manhã, caso seja sua última refeição até a hora do jantar. Isso vai apoiar o seu cérebro durante o esforço do estudo e ajuda você a ficar no topo da sua faixa de desempenho cognitivo.

Também é recomendável que, quando sair de casa para ir trabalhar, leve alguns lanches nutritivos com você. Você pode não sentir fome do modafinil, mas se você se lembrar de comer um pouco de comida ao longo do dia, será um grande passo para sustentar sua produção cognitiva e evitar efeitos colaterais.

Etapa # 3: Tome Modafinil

Quando você está pronto para começar a trabalhar, é hora de tomar modafinil.

Lembre-se de que leva cerca de 45 minutos para os efeitos do medicamento entrarem em vigor; portanto, muitas pessoas o farão antes de chegarem à sua mesa ou estação de trabalho.

Isso dá a eles alguns minutos para se prepararem e começarem a trabalhar antes que o modafinil comece a fazer efeito.

A dose recomendada para estudar é de 200 mg. Esta é a forma mais comum da droga. Algumas pessoas acham isso muito estimulante e optam por cortar as pílulas ao meio.

Recomendamos tomar Modalert ou Modvigil em doses de 100 ou 200 mg. Você pode encontrar ambas as versões genéricas do modafinil no Afinil Express.

Outra opção é tomar o composto relacionado armodafinil. Isso é um pouco mais forte em seus efeitos, então a dose é geralmente em torno de 150 mg. Os produtos genéricos mais comuns de armodafinil são Artvigil e Waklert.

Etapa 4: eliminar distrações

Agora que você está na sua mesa ou estação de trabalho e está pronto para estudar, é útil limpar todas as distrações. Verifique o seu email uma última vez e feche-o completamente a partir do seu navegador.

Elimine outras distrações, desligando o telefone ou configurando-o para o modo avião.

Se puder, encontre um espaço isolado e longe de outras pessoas.

Muitos usuários acham difícil trabalhar eficientemente com modafinil em lugares públicos. Se você pode entrar em sua própria pequena bolha em algum lugar do campus ou onde quer que você escolha estudar, seus esforços de estudo sobre o modafinil serão muito mais eficientes.

Etapa 5: Comece a trabalhar ou estudar

Agora que você está bem descansado, alimentado e eliminado tantas distrações quanto possível, é hora de começar a trabalhar.

Isto é o que é tudo sobre.

Este é o tempo de produtividade.

Muitas pessoas relatam que trabalham de 8 a 20 horas diretamente com o modafinil antes de se tornarem fatigadas novamente. Ele permite que você trabalhe o dia todo ou a noite toda e passe por tudo o que você estava estudando ou precisava fazer.

Passo # 6: Dê a si mesmo a chance de recuperar

Depois de concluir uma sessão de estudo, é hora de recuperar para se preparar para a próxima.

A menos que essa sessão de estudo tenha sido uma questão única, é essencial que você crie uma boa rotina com seu modafinil para garantir que está recebendo tudo o que puder com a droga e com as sessões de estudo.

O modafinil pode nos fazer sentir muito acordados, mas ainda é essencial dormir depois que a droga se esgotou. Dependendo da sua agenda, você precisará incorporar esse fato.

Se planeia tomar modafinil todos os dias, é importante que tome o modafinil cedo o suficiente de manhã para que possa dormir à noite.

Apontar para 7 a 9 horas por noite de sono.

Na maioria dos casos, recomendamos tomar modafinil 3 ou 4 vezes por semana. Isto dá um dia de folga entre as doses para se recuperar completamente e garante que o seu cérebro funcione o mais alto possível nos dias seguintes ao seu uso de modafinil.

Dicas e truques para usar Modafinil para estudar

Qual é a melhor dose para tomar?

As doses de modafinil são geralmente recomendadas em 200 mg por dose. Algumas pessoas, no entanto, precisarão aumentar ou diminuir essa dose de acordo com o tamanho do corpo e com que frequência o usarão.

Para pessoas menores ou pessoas altamente sensíveis a medicamentos farmacêuticos, uma dose de 100 mg pode ser a melhor opção.

A maioria dos comprimidos de modafinil fornecidos pela Afinil Express, são fabricados com um vinco no centro que facilmente divide a pílula em doses de 100 mg quando o comprimido é quebrado.

Outras pessoas podem necessitar de uma dose mais alta, em cujo caso 1 ou meio ou 2 comprimidos podem ser tomados. Recomendamos que você comece primeiro com um tablet e, se os efeitos não forem fortes o suficiente, aumente a dose na próxima vez.

Como tomar Modafinil com segurança

De um modo geral, o modafinil é um medicamento seguro. Poucas pessoas experimentam mais do que alguns efeitos colaterais leves, sendo as mais comuns dores de cabeça e insônia.

1. Verifique alergias

Existem, no entanto, alguns casos de hipersensibilidade (alergias).

Estas reações podem causar inflamação severa da pele e podem requerer atenção médica. O caso mais grave de hipersensibilidade é algo chamado síndrome de Steven Johnson.

Para evitar essa condição, é melhor começar com pequenas doses da medicação e acumular lentamente a partir daí.

Por exemplo, você pode tomar uma dose de 50 mg ou 100 mg na primeira vez para ver se há reações. A partir daqui você pode aumentar a dose.

2. Mantenha-se hidratado

Outro problema comum com o modafinil é a desidratação.

O corpo usa mais água do que o habitual para filtrar os metabólitos do modafinil para fora do corpo. Também é comum esquecer de beber completamente sob os efeitos do modafinil.

Para evitar isso, sempre leve um pouco de água com você enquanto estiver no modafinil, e coloque-o em algum lugar visível, para que você se lembre de beber durante o dia.

Algumas pessoas até definem timers nos telefones ou assistem a cada 1 ou 2 horas para lembrá-los de tomar alguns goles de água.

3. Não misture Modafinil com outros estimulantes ou álcool

Modafinil é um poderoso estimulante e, portanto, não deve ser misturado com outros estimulantes como cafeína ou Adderall.

Em muitos casos, a mistura desses compostos causará superestimulação, ansiedade, nervosismo e palpitações cardíacas. Pode até acabar trabalhando contra você, tornando o estudo mais difícil devido ao excesso de estímulo e ansiedade.

Também não é recomendado que você nunca misture álcool com o seu modafinil, pois isso pode causar desidratação e danificar o fígado.

Resumo: Usando modafinil para estudar

O modafinil pode ser uma droga de estudo incrivelmente útil. Seus principais benefícios são aumentar o foco / concentração e aumentar a duração do estudo, retardando a fadiga.

Não é incomum que as pessoas estudem durante 20 horas seguidas enquanto tomam modafinil.

Embora o sucesso acadêmico não seja tão simples quanto tomar o modafinil antes de cada exame, ele pode ajudar muito a otimizar o processo como um todo. Precisamos nos lembrar desse sono. Nutrição adequada, exercícios e autodisciplina também são extremamente importantes – o modafinil é apenas mais uma ferramenta que você pode adicionar ao seu arsenal para obter o máximo de seus esforços de estudo.

Referências

Curtis, L. T. e Patel, K. (2008). Abordagens nutricionais e ambientais para prevenir e tratar o autismo e o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH): uma revisão. O Jornal de Medicina Alternativa e Complementar, 14 (1), 79-85.

lem

2 thoughts on “Guia de iniciantes para modafinil para estudar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *